Como a logística hospitalar pode auxiliar na gestão do serviço de saúde

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Rate this post

O processo de monitoramento de medicamentos pode ajudar a promover uma assistência à saúde mais segura, com menos eventos adversos ligados ao erro de medicação

A logística hospitalar é essencial para dois aspectos importantes de qualquer serviço de saúde. A primeira é a segurança do paciente, garantindo que ele receba melhor assistência médica em diversos níveis de seu atendimento. A segunda é a sustentabilidade e economia para os serviços e instituições, sempre por meio de processos bem mapeados de ponta a ponta, controlando e reduzindo custos, evitando desperdícios e, consequentemente, também aumentando receita.

“A logística garante a segurança através da rastreabilidade de todos os insumos e medicamentos, do recebimento à administração ao paciente, garantindo que ele os receba na dosagem, na hora e pela via certa. Eventos do tipo “dose máxima diária”, “dose máxima mês”, “terapia duplicada”, “interações medicamentosas” são alguns exemplos que podem ser evitados por um processo logístico eficiente”, comenta Mayuli Fonseca, Diretora de Novos Negócios da UniHealth Logística Hospitalar.

O passo a passo do processo de monitoramento nos hospitais brasileiros – do centro de distribuição, passando pelas unidades de saúde e chegando à administração de medicamentos de aos pacientes – pode, portanto, fazer a diferença na assistência segura. “Nosso processo de monitoramento é realizado através de leitura de código de barras a cada etapa do processo logístico, que se inicia no recebimento do produto, no qual recebe um primeiro código de barras, e passa por todos os processos readequação dos produtos até o consumo final pelo paciente” diz Mayuli.

“A capacidade do nosso software de atribuir código de barras, desde caixas até miligramas, possibilita monitorar cada etapa de cada processo realizado nos medicamentos, desde o recebimento no centro de distribuição, armazenagem randômica com dupla checagem, fracionamento, unidose, dispensação ao paciente, administração ao paciente e devoluções”, complementa.

Segundo a diretora da UniHealth Logística Hospitalar, as tecnologias utilizadas para garantir essa logística segura são um software, código de barras serializado, equipamentos de mobilidade (PDAs), robôs de separação de produtos e de montagem de prescrição, RFID e dispensários eletrônicos.

Customização às necessidades
Alguns medicamentos, como os de alto custo, oncológicos e controlados, necessitam de atenção especial, como a temperatura controlada. Com isso, na logística hospitalar, cada tipo de produto tem uma metodologia customizada.

Por exemplo, os produtos de alto custo podem ser controlados por RFID, código de barras serial e controle de acesso aos locais de armazenagem, dependendo da necessidade do cliente. Os oncológicos são controlados com restrição de acesso e dispensação unitária a paciente, enquanto os produtos de temperatura controlada são gerenciados em câmaras frias com acondicionamento em caixas próprias de transporte para manutenção da temperatura.

Dispensação serializada 
A dispensação serializada de medicamentos garante segurança da administração do medicamento beira-leito. “A serialização vincula cada unidade do medicamento a um paciente especifico quando é realizada a dispensação do produto. No momento da administração, quando é realizada a leitura para confirmação da utilização desse produto no paciente, se o produto não estiver vinculado a esse paciente, será gerado um alerta de erro de administração em tempo real, evitando que o medicamento errado seja dispensado ao paciente”, informa Mayuli.

Menos erros de medicação
A relevância de um serviço de inteligência em logística hospitalar é essencial para evitar erros de medicação. “Sem rastreabilidade é impossível impedir erros de administração e até mesmo medir deste tipo”, comenta Mayuli.

Isso significa que a inteligência logística significa ser capaz de monitorar de forma automatizada todos os movimentos da cadeia para garantir que o fluxo de informação e de produtos siga de maneira paralela e assertiva em todas em todo o seu caminho, sobrepondo a possíveis falhas humanas em etapas como armazenagem, dispensação e administração.

Fonte: segurancadopaciente

Saiba mais

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − dois =